A importância de um Seguro Viagem

Viajar sem seguro é como viver no Brasil sem plano de saúde!

    Realizar um intercâmbio demanda muito planejamento. Além de pesquisar passagem, escola, acomodação e destino desejado. Estar prevenido contra acidentes, problemas de saúde e vários outros possíveis transtornos, durante o período da sua viagem, é sobretudo fundamental.Por se tratar de uma viagem ao exterior, onde se fala outro idioma, onde há outros costumes alimentares, onde geralmente o intercambista está longe de família e estar sem a cobertura dos planos de saúdes brasileiros que via de regra não são válidos no exterior.


    Para atender essa demanda latente, existe o seguro saúde/viagem, que na prática opera como um plano de saúde temporário para questões emergenciais e funciona como garantia para indenizações em diversas situações como acidentes, medicamentos, infecções alimentares, extravios/atrasos de bagagem e atraso/cancelamento de voo.


    Muitas pessoas, entretanto, acabam deixando de contratar o seguro para fazer economia, encarando como um gasto a mais. O grande problema é que, dessa forma, caso haja algum incidente em território estrangeiro, caberá ao próprio viajante a responsabilidade de custear todo o atendimento necessário como, consultas, transporte de ambulância, internações, medicamentos e etc. E esses custos são altíssimos, além de serem pagos em moeda estrangeira. Logo o que pode parecer uma economia, acaba saindo muito mais caro. Nos Estados Unidos, uma despesa médica pode chegar a 10.000 dólares facilmente, assim como na Europa, onde as despesas hospitalares são caríssimas.
   

    Para muitos casos, o seguro saúde/viagem é obrigatório ao viajante. Alguns destinos sequer permitem a entrada dos passageiros que não tiverem o seguro. É o caso da comunidade europeia que exige obrigatoriamente um seguro com cobertura mínima de 30.000 euros para garantir assistência médica em caso de doença ou acidente, é o que estabelece o Tratado de Schengen.
   

    Os serviços das seguradoras são bem amplos geralmente e podem se acessados, 24 horas por dia em português, via telefone, Whats App, Aplicativos e Chat. Os atendimentos, na sua maioria, podem direcionar o intercambista para o centro hospitalar especializado mais próximo da sua localização assim como também dependendo da gravidade, pode providenciar um atendimento a domicílio. Algumas prestadoras vão além, disponibilizando a prestação de um serviço de concierge, orientando os viajantes como resolverem problemas simples, desde onde como comprar um ticket de um musical da Broadway até alugar um carro em Paris.

2 thoughts to “A importância de um Seguro Viagem”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *